Assomasul

Documento Nacional de Identificação é lançado pelo Governo

Um novo Documento Nacional de Identidade foi lançado pelo Governo Federal, nesta segunda-feira (5). A nova identificação dispensa a apresentação de CPF, certidão de nascimento, de casamento e título de eleitor. O documento vai utilizar informações da Receita Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, que tem o maior cadastro biométrico do Brasil, com mais de 73 milhões de pessoas cadastradas com foto e impressão digital. De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o documento terá o custo para os cofres públicos de R$0,10 por habitante.

De acordo com o Governo, o projeto-piloto de implantação será usado inicialmente pelos servidores do TSE e do Ministério do Planejamento, para que possam sugerir eventuais ajustes, caso sejam necessários. A partir de julho, a expectativa é de que o documento esteja disponível para todos os cidadãos.

O Documento Nacional de Identidade poderá ser digitalmente gerado por meio de aplicativo gratuito em smartphones ou tablets nas plataformas Android e IOS. Após a instalação do aplicativo, o usuário deverá comparecer ao Tribunal Regional Eleitoral para concluir o cadastro, que exige registro de identificação biométrica e validação dos dados para dar início à geração do documento.

Os comentários estão fechados.